" Venho te matando a anos, mas acho que você não percebeu.
Vou deixar esse bilhete singelo em cima do despertador, no espelho do banheiro, n'um post it na xicara de café, dentro da gaveta de meias, na tela do seu computador...

Só para ter certeza de que vou falar e você ciente estará:

De que venho te matando a anos, sem nunca parar de tentar.

e nunca ter certeza se consegui...


Atenciosamente,
Eu. "

Nenhum comentário: